O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia da Índia, pelos departamentos de Ciência e Tecnologia (DST) e de Biotecnologia (DBT), lançaram duas chamadas públicas destinadas ao apoio do desenvolvimento científico e tecnológico dos dois países. Elas somam R$ 8,1 milhões e abrangem oito temas.

Os editais, lançados na última segunda-feira (22), são voltados a projetos conjuntos com pesquisadores indianos. O prazo máximo para a execução dos trabalhos é de 36 meses.

Segundo o analista em ciência e tecnologia Flávio Velame, da Cooperação Internacional do CNPq, as chamadas ganham destaque pelo montante destinado ao fomento das propostas. “Este é sem dúvida um dos maiores volumes de recursos já empregados em chamadas públicas conjuntas”, destaca.

“A iniciativa de Brasil e Índia ganha importância devido ao potencial das comunidades científicas dos dois países, o que potencializa esta e outras parcerias que venham a ser estabelecidas. Isso proporciona um intercâmbio de conhecimento em alto nível e cria a perspectiva do acolhimento de propostas de excelente qualidade”, conclui Velame.

As duas chamadas possibilitam concessão de cotas de bolsas nas modalidades Doutorado-Sanduíche no Exterior (SWE), Pós-Doutorado no Exterior (PDE), Desenvolvimento Tecnológico e Inovação no Exterior Júnior (DEJ) e Desenvolvimento Tecnológico e Inovação no Exterior Sênior (DES), conforme normas específicas de cada modalidade. Saiba mais sobre os dois editais.

Chamada CNPq 12/2013 – Cooperação MCTI-CNPq/DBT (Índia) – É voltada ao apoio de projetos que envolvam os temas: biotecnologia e saúde, especialmente produtos biotecnológicos; e agricultura, incluindo bioenergia.

O total para fomento é de R$ 1,4 milhão, sendo R$ 900 mil oriundos do programa Ciência sem Fronteiras (CsF) e R$ 500 mil dos fundos setoriais do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), coordenados pelo MCTI. Cada proposta poderá ser contemplada com o financiamento de até R$ 400 mil da parte brasileira. O período de inscrição vai até 22 de julho.

Chamada 13/2013 – Cooperação MCTI-CNPq/DST (Índia) – É voltada a projetos conjuntos nos temas tecnologias da informação e computação; geociências, incluindo oceanografia e mudanças climáticas; engenharia, ciência dos materiais e nanotecnologia; ciências da saúde e biomédicas; matemática; e energias renováveis, eficiência energética, e tecnologias de baixo carbono.

Os recursos totalizam R$ 6,7 milhões, sendo R$ 4,7 milhões do Ciência sem Fronteiras e R$ 2 milhões dos fundos setoriais. Cada proposta poderá ser financiada com até R$ 400 mil, do lado brasileiro. O prazo para inscrições termina em 19 de julho.