Veleiro tentará quebrar
O Sailrocket 2, aqui suspenso por um guindaste, parece-se bem pouco com os veleiros tradicionais.[Imagem: Vestas]

Recorde de velocidade a vela

Um homem está prestes a tentar velejar mais rápido do que qualquer velejador em toda a história.

Usando o seu Vestas Sailrocket 2, Paul Larsen tentará alcançar o recorde mundial de velocidade de um veleiro nas costas da Namíbia, ao longo de uma estreita faixa do Oceano Atlântico assolada por ventos especialmente fortes.

Enquanto um carro supersônico vai tentar superar os 1.200 km/h, e um avião hipersônico já superou os 21.000 km/h (Mach 20), o Sailrocket virará sensação se chegar aos 111 km/h.

"Passar de 50 para 60 nós é como quebrar a barreira do som," afirmou Larsen.

Veleiro tentará quebrar

O Sailrocket foi baseado em um projeto desenhado há mais de 40 anos, embora utilize os materiais mais modernos em sua construção. [Imagem: Vestas]

Barreira da água e do vento

O grande problema de quebrar o recorde de velocidade de um barco a vela é que a sorte desempenha um papel muito significativo no evento.

A "pista" muda constantemente, assim como a "propulsão", que insiste em mudar de direção sem aviso prévio.

Em 2008, a tentativa, feita com o Vestas Sailrocket 1, terminou em um acidente espetacular quando o ponteiro de velocidade já se aproximava do recorde.

Outro detalhe é que, enquanto carros supersônicos e aviões hipersônicos usam o estado-da-arte da tecnologia, o Sailrocket foi baseado em um projeto desenhado há mais de 40 anos.

Fonte. Inovação Tecnológica – 28/11/2011