Universidade alemã apresenta carro-conceito elétrico
Ao contrário dos carros-conceitos apresentados pela indústria, o carro elétrico universitário está pronto para ser fabricado.[Imagem: TU
Muenchen]

Mobilidade do futuro

Engenheiros da Universidade Técnica de Berlim, na Alemanha, criaram um carro-conceito totalmente elétrico, apresentado hoje durante o International Motor Show (IAA), em Frankfurt.

O feito, inédito para uma universidade, reuniu 20 departamentos da instituição, desenvolvendo um carro totalmente novo, a partir do zero, o que permitiu a incorporação de todas as novidades consideradas essenciais para a chamada "mobilidade do futuro".

Outra novidade é que, ao contrário dos carros-conceitos apresentados pela indústria, o novo carro elétrico, chamado Mute, está pronto para ser fabricado, não dependendo de nenhuma inovação tecnológica futura.

Segundo seus criadores, as estimativas apontam para uma produção em escala industrial com um custo equivalente ao de um carro com motor a combustão de mesmas dimensões.

Elétrico e leve

O Mute é um carro esportivo para dois passageiros.

Seu motor elétrico é limitado eletronicamente a 15 kW, o que se traduz em uma velocidade final de 120 km/h.

As baterias de íons de lítio dão autonomia de 100 quilômetros ao veículo. Mas há a possibilidade de inclusão de uma bateria de ar-zinco de reserva, ampliando a autonomia.

Universidade alemã apresenta carro-conceito elétrico

O motor elétrico do Mute é limitado eletronicamente a 15 kW, o que se traduz em uma velocidade final de 120 km/h. [Imagem: TU Muenchen]

A carroceria é feita em plástico reforçado com fibra de carbono, suficiente para passar por todos os testes de colisão e segurança. Outro item de segurança é o sistema eletrônico de estabilidade (ESP).

Além das fibras sintéticas, o carro abusa do alumínio, o que manteve seu peso em 500 quilogramas.

"Um baixo peso é essencial para um veículo elétrico. Mais peso exige maior desempenho das baterias para a mesma autonomia, o que resulta em custos mais elevados," explicou o professor Markus Lienkamp, coordenador do projeto.

Diferencial com torque vetorial

Outra novidade tecnológica do Mute é o diferencial com torque vetorial, com capacidade para variar a energia repassada a cada roda.

Um pequeno motor elétrico dentro do diferencial funciona tanto como motor quanto como gerador.

Além de efetuar a distribuição ideal das forças entre as duas rodas, o sistema recupera até duas vezes mais energia durante as frenagens em curva.

O sistema também deixa o carro mais ágil e mais seguro.

Redação do Site Inovação Tecnológica – 13/09/2011