Evento acontece até quinta-feira (11) na Escola Politécnica da USP.

Do G1, com informações do SPTV

Uma feira na capital paulista mostra ao público invenções para resolver problemas que incomodam muita gente. São mais de 200 projetos, todos criados por estudantes do ensino fundamental, médio e técnico. A feira acontece até quinta-feira (11) na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). A entrada é gratuita.

Motorista confiante e motor seguro. É o que promete o projeto dos estudantes de São Caetano do Sul. Eles criaram o verificador de gasolina adulterada. O estudante Felipe Laureano explica que é só colocar no aparelho uma quantidade determinada de água e a mesma de combustível. O painel vai mostrar verde se a gasolina estiver dentro do padrão. 

Tranquilidade com o combustível e também com o meio ambiente. Uma turma do Rio de Janeiro produziu um carro movido a gás natural e hidrogênio, reduzindo a emissão de gás carbônico. Na feira, estão expostos 280 projetos desenvolvidos por alunos de todo país. E algumas dessas ideias saíram das cabeças de meninos e meninas bem jovens.

Com apenas 12 e 13 anos, duas estudantes de Imperatriz, no Maranhão, participam pela primeira vez da feira. Elas defendem o uso da máquina fotográfica digital na sala de aula para tornar algumas disciplinas mais interessantes. “A gente, no ano passado, participou de uma feira na escola e estar em São Paulo é uma satisfação enorme.”

Augusto, Natália e Daniela são de uma escola estadual de São Bernardo do Campo. Visitaram a feira no ano passado e decidiram que iriam ocupar um dos estandes, como inventores. Os garotos construíram um carro que corta e colhe a cana-de-açúcar. Os projetos que mais se destacarem vão participar da maior feira internacional de estudantes pré-universitários nos Estados Unidos.

Video

http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL1522467-5605,00.html