A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), publicou hoje, 25, no Diário Oficial da União, o edital do Programa de Apoio ao Ensino e à Pesquisa em Desenvolvimento e Promoção do Comércio Exterior (Pró-Comex). O objetivo principal é o estímulo, no país, para a realização de projetos conjuntos de pesquisa utilizando-se de recursos humanos e de infra-estrutura disponíveis em diferentes instituições de ensino superior (IES) e/ou demais instituições de pesquisa, de modo a possibilitar a produção de pesquisas científicas, mercadológicas e tecnológicas e a formação de recursos humanos pós-graduados em comércio exterior.

Serão contemplados até seis projetos de implantação de redes de cooperação acadêmica no país na área de comércio exterior. Cada projeto deverá indicar uma instituição líder que possua pelo menos um programa de pós-graduação em nível de doutorado avaliado pela Capes, preferencialmente com nota igual ou superior a cinco, e um coordenador-geral que deve ter obtido o título de doutor há pelo menos cinco anos.

Os projetos deverão, também, contemplar a formação de, no mínimo, um doutor e dois mestres, para os quais serão concedidas bolsas de estudo nessas modalidades, observadas as regras do Programa de Demanda Social da Capes. As bolsas de estudo concedidas no âmbito do Pró-Comex terão sua duração definida de acordo com o prazo de vigência do projeto.

Projetos selecionados
Os projetos aprovados deverão ter duração máxima de quatro anos para o exercício orçamentário e cinco anos para a execução das atividades. O valor do financiamento é de até R$ 75 mil por projeto por ano, totalizando o máximo de R$ 300 mil por projeto em quatro anos. O valor já inclui os gastos previstos com bolsas de estudo. Estão incluídos nos itens financiáveis bolsa no país, com prazo de implementação e duração vinculados ao prazo de vigência do projeto; passagens aéreas para missões de estudos e de pesquisa e docência nacionais e para realização de trabalhos ou participação em eventos e missões governamentais no exterior; diárias para missões de pesquisa e docência; despesas de custeio relacionadas às atividades do projeto; equipamentos e materiais permanentes; e despesas para estágio de pesquisa na Secretaria de Comércio Exterior do MDIC.

As inscrições dos projetos podem ser feitas até 11 de novembro. Os resultados e a implementação dos auxílios/convênios acontecerão a partir de novembro deste ano.

Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes   
Sexta, 25 de Setembro de 2009 15:18

Confira o edital.